Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Blog

Hoje eu quero atravessar…

04.02.2013 por Carito

Hoje eu quero atravessar
O rio
A rua
O compasso.

O resto depois eu faço.

Carito

1 Comentário

o martelo

25.01.2013 por Carito

cansado de bater
o martelo quer praticar
o desaprego.

carito

0 Comente

Velhas novidades…

21.01.2013 por Carito

Encontrei minha amiga Sheyla Azevedo um dia desses e ela me disse: sabe de quando é o último post do seu blog? De setembro. E eu pensei: caralho! Como faz tempo que não posto nada!

Então vou fazer aqui um brain storm sem me importar com a ordem cronológica:

Cenas do lançamento dos nossos livros no Solar Bela Vista.

- Finalmente lancei meu “livro-solo” de poesias (“Atestado de Órbita”), pela editora “Jovens Escribas”. Eu quase cinquentão e lançando livro por essa editora? Como diz Edgard Scandurra: faz tempo que eu sou jovem! O lançamento foi massa. Foram três livros lançados e um relançamento:  o meu, o de Ruy Rocha (“Poesia alguma”), o de Lucílio (“Eu seguirei o sol”) e o relançamento do livro de Pablo Capistrano (“É preciso ter sorte quando se está em guerra”). Nosso “boss-editor” Carlos Fialho disse que meu livro é a antologia de tudo que não publiquei! Ah! Os livros estão sendo vendidos nas livrarias de Natal e pelo site dos Jovens Escribas.

- O filme “Operação Plástica com Flavio Freitas” (direção minha e de Joca Soares) faturou mais um prêmio: dessa vez foi no festival de Sagi (Sagi Cine) – recebeu Menção Honrosa.

Sagi Cine

- O filme “Noturnos” (mais um da parceria Carito-Joca Soares) recebeu o prêmio Menção Honrosa no festival nacional do Instituto de Arte Contemporânea da Universidade Federal de Pernambuco – aqui.

- Nosso novo filme “Road Movie Num Quarto Fechado” foi selecionado para a Mostra Competitiva Nacional do festival Goiamum Audiovisual.

Cena de "Road Movie Num Quarto Fechado"

Cena de "Road Movie Num Quarto Fechado" - O novo filme de Carito Cavalcanti e Joca Soares

- O videoclipe “Objetos Cortantes” foi selecionado para o festival Fest Clip, no Estado de São Paulo.

- Participei da Flipipa e FlipAut. Na Flipipa, dentro do projeto de ação de incentivo à leitura, depois das palestras até dei autógrafos para os alunos das escolas públicas da Pipa e Tibau do Sul. E também tiramos fotos – nós, palestrantes, com os alunos. A literatura sendo tratada como “rock star”. Demais isso!

- Os Poetas Elétricos voltaram à cena! Fizemos dois shows recentemente: participamos da Virada Cultural, no “Cabaré Fora do Eixo”, no Nalva Melo Café Salão; e também participamos do projeto “Canções, prosas e outras expressões”, no Bardallos.

Os Poetas Elétricos - Virada Cultural - Nalva Melo Café Salão - Dezembro de 2012

Pois é, notícias já antigas para a velocidade dos tempos de hoje… Velhas novidades…

E aproveito para fazer uma reclamação, reivindicação, manifesto… sei lá que nome é isso… Mas é o seguinte: não gosto dessa história da vida virtual excluindo a real… Ao mesmo tempo, me pergunto: o que é real? Realidade virtual, realismo fantástico, surrealismo… É tudo muito real ativo, relativo… A relatividade das coisas… coisas da modernidade, da contemporaneidade…

Como também não gosto da velocidade das redes sociais atropelando as redes de balançar o esqueleto… No face, twitter, tudo tem que ser agora! Quem viu, viu! Quem não viu, dançou! E não vai ver mais, a notícia/assunto não vai mais importar… Eu, heim!

Lembrei-me de uma música de Genival Lacerda, quando ele diz para o jegue que quer namorar a jumentinha dele (in: Rock do Jegue):

- É tu nada estrela, querendo namorar minha jumentinha, pensando que eu tomei leite!

Ou seja, vou lá ficar escravo de velocidade de rede social… Tão pensando que eu tomei leite? Vou é escutar Dorival Caymmi e tomar uma cerveja. Apesar da falta de grana, verão é verão! Tim, tim!

Carito

4 Comentários

NOME NOVO (um belo texto escrito por minha mãe)

22.09.2012 por Carito

Minha mãe: Maria Crinaura

NOME NOVO

…eu queria me chamar Marina…

Nome que tem gosto de mar. Gosto de sargaços. De espuma. De algas balouçantes. De sal e de sol. Eu queria me chamar Marina… O meu nome lembraria o marulho das ondas. O verde indefinível do mar. A areia fina que dança com o vento. O barco que desliza na água viva. O peixe que pula nas ondas. As redes cheias de promessas. E as rendas de espuma que se fazem e desfazem como os sonhos…

Ah, eu queria me chamar Marina. Mar noturno. Estrelas piscando, mirando-se no abismo. Acendendo luzes na escuridão. Vela branca que se esboça, se esboça apenas… Esperança que surge. Sombra que acena. Farol abraçando o mar com seus braços de luz. Vento desmanchando cabelos. Desmanchando sonhos… Lua iluminando caminhos. Guiando passos. Sonhos se afogando na escuridão da noite. Na escuridão das águas. Marcas de passos na areia. Caminhar vadio. Ir e vir sem rumo. Apenas em busca do sonho que vem de longe nas asas do vento.

Eu queria me chamar Marina. Olhos de estrelas do mar. Boca de sal. Cabelo de vento. Corpo de águas cantantes. De águas moventes. De águas piscosas.

Eu queria me chamar Marina. Mar. Esperança. Sol. Sal. Areia. Espuma. Estrelas. Nuvens. Barco que parte e chega. Sonho sempre sonhado. Ideal sempre buscado. Marina… Marina… Mulher do mar. Nascida do mar. Vivida no mar. Para o mar voltando.

Marina, mulher marinha. Inquieta como as ondas. Leve como o vento. Humilde como a areia.

Marina… Marina não sou. Quero ser, apenas…

(Maria Crinaura)

8 Comentários

Convite

20.09.2012 por Carito

0 Comente

Quero o ar…

16.09.2012 por Carito

Quero o ar que você respira
Kerouac você respira…

Carito

0 Comente

“Operação Plástica com Flavio Freitas” disponível no Youtube

13.09.2012 por Carito

O Filme “Operação Plástica com Flavio Freitas”, de Carito Cavalcanti e Joca Soares, já está disponível na íntegra no Youtube. Há braços e boa viagem!

0 Comente

O vento mais

13.09.2012 por Carito

O vento mais
Na rua larga
A vida menos
Amarga.

Carito

3 Comentários

pela manhã logo cedo…

03.09.2012 por Carito

pela manhã logo cedo
para sair da inércia
fui a uma ilha da grécia

comi uma macedônia
depilei os pelosponesos
não minto:

ainda fui ao dentista
tratar meu canal
de corinto

minha arcádia dentária
sorri imaginária
e inquieta:

minha próxima meta
é fazer poesia
com creta.

carito

0 Comente

CAFÉ EXPRESSO ORIENTE

20.08.2012 por Carito

era uma vez
eu e você
no canal de suez

eram áfricas utópicas
eu lia panamérica
de josé agripino de paula

você matava aula
não foi pega por um triz
e lia alice ruiz

um barco gigante
nos levou
para um café em paris

nada mais foi como antes
eu disse dakar um beijo
você disse absinto muito

alexandria
você era tudo o que eu queria
terra-mulher a transformar

era um sonho
e nunca mais quisemos
acordar.

carito

0 Comente

Feed RSS

Arquivos

Leia também

  1. Adriana Karnal – Poemas
  2. Ailton Medeiros
  3. Alex Medeiros
  4. Alice Ruiz
  5. ananomundo
  6. Antonio Cicero
  7. Antonio Miranda
  8. Arnaldo Antunes
  9. Arnaldo Baptista
  10. Arrigo Barnabé
  11. Arthur Nestrovski
  12. As palavras têm sabor
  13. Atire no Dramaturgo
  14. Aventuras do Hammer
  15. Balaio Porreta 1986
  16. Bar do Bardo
  17. Bicho Esquisito
  18. Bloco de Notas
  19. Blog de Bordo
  20. Bruna Beber
  21. Cabelos de Sansão
  22. Caminhar
  23. Canto de Página
  24. Carla Bruttini
  25. Carlos Reichenbach
  26. Casa das Musas
  27. Cefas Carvalho
  28. Cep 20.000
  29. Chacal
  30. Climerio Ferreira
  31. Contracampo
  32. Coquetel Molotov
  33. Cosmunicando
  34. Cronópios
  35. Da lama ao caos
  36. Descobertura
  37. Diário do Tempo
  38. diariodoimproviso
  39. Digestivo Cultural
  40. Disruptores
  41. Dissonancia
  42. DoSol
  43. E, Terna Luz
  44. Edu Gomez
  45. Ellenismos
  46. Em Palavras
  47. Escritoras Suicidas
  48. Escritos de Ada
  49. Escritos de Alice N.
  50. Escrituras Sangradas
  51. Espelunca
  52. Esto no es una revista
  53. EU VOU!
  54. ex-Socialistas, ex-Sociólogos, ex-Sociopatas
  55. Fabrício Carpinejar
  56. Férias no inferno
  57. Fernando Catatau
  58. FFF
  59. Flávio Freitas
  60. Flor de Craibeira
  61. Franklin Jorge
  62. Frederico Barbosa
  63. Gabriel Novaes
  64. Grande Ponto
  65. Grupo Casarão de Poesia
  66. I Poeti Nomadi
  67. Jorge Mautner
  68. Lado (R)
  69. Lama Fértil
  70. Leonardo Sodré
  71. Loba
  72. Lume Filmes
  73. Luz de Luma
  74. Macário Campos
  75. Mad Dogs
  76. Marcelo Rubens Paiva
  77. Mário Ivo
  78. Maternidade do Texto
  79. Metamorfraseando
  80. Mudernage
  81. Mundo Fantasmo
  82. Museu de Tudo
  83. MUSEU VIRTUAL ABRAHAM PALATNIK
  84. Musica Potiguar Brasileira
  85. Nalva Melo Café Salão
  86. NaReDe.com/Civone
  87. Nariz de defunto
  88. Nicolas Behr
  89. O Carapuceiro
  90. O Fiasco
  91. O Inimigo
  92. o refúgio – sandra camurça
  93. O Teorema da Feira
  94. Obra-Total
  95. Os Poetas Elétricos
  96. Pablo Capistrano
  97. Paraíso Perdido
  98. Parece que foi assim
  99. Péricles Cavalcanti
  100. Plog
  101. Poema/Processo 1967
  102. poesia concreta
  103. Poesia Sim
  104. Poetas azuis paixões vermelhas amores amarelos – Blog de Jóis Alberto
  105. Poni Micharvegas
  106. Portal Rock Potiguar
  107. Potiguarando
  108. Putas Resolutas
  109. Querido Bunker
  110. Rede Potiguar de Música
  111. Revista Catorze
  112. Rita Machado
  113. Romério Rômulo
  114. Sebo Vermelho
  115. Senhor F
  116. SIBILA
  117. Simona Talma
  118. Suave Coisa
  119. Substantivo Plural
  120. Tanto Mar
  121. território potiguar
  122. Toca do Centauro
  123. Todas as palavras merecem um lugar
  124. Tom Zé
  125. Torquato Neto
  126. Uma Casa em Beirute
  127. uma historia à margem
  128. Umas & Outras
  129. UNS & UNHAS
  130. Vanessa Campos Rocha
  131. Versos deLírios
  132. Versos Poti
  133. Virada num Traque
  134. Viviane Mosé
  135. Vocabulário da Raça
  136. Zumbi escutando blues
  1. blog
  2. biografia
  3. modus vivendi
  4. os poetas elétricos
  5. vídeos
  6. na mídia
  7. contato

© Copyright 2010 design by DZ3. Todos os direitos reservados.